VOLTAR

Transformação Digital

Exércitos contratados para transformação digital

A transformação digital começa pelas pessoas. Por aquelas que já têm em sua essência o desejo de mudanças constantes ou pelas que querem abraçar este propósito. Em um país com mais de 13 milhões de desempregados, ou seja, aproximadamente 12,5% da população, os empregadores falam da dificuldade em completar o quadro de funcionários pela falta de profissionais capacitados ao mesmo tempo em que contratam um grande número de pessoas para executar o plano de transformação digital determinado para a sua empresa.


A demanda de profissionais com funções voltadas à transformação digital cresce diariamente e são trabalhos relacionados ao gerenciamento de dispositivos e redes, especialistas em segurança digital e privacidade, e também para desenvolvimento de aplicações. As pessoas que já estão no setor, vão se especializando cada vez mais e também assumem ocupações mais específicas.


Saiba quais capacidades são necessárias para cada uma dessas funções para se especializar e buscar empregos no setor:


- Em gerenciamento de dispositivos e redes, a pessoa precisa estar apta em Tecnologia da Informação para trabalhar com todos os dispositivos da rede, de configurações a backups, monitoramento e automação.


- Segurança digital e privacidade: também na área de tecnologia da informação, se especializar em redes de computadores é a melhor forma para atuar neste segmento. A pessoa vai estudar sobre o funcionamento da internet e todos os seus protocolos. Ciências da Computação também pode trazer experiência para a área, como também se atualizar com cursos ou canais do YouTube que falem sobre hacking.


- Desenvolvimento de aplicações: é possível trabalhar com diferentes linguagens e tecnologias. Uma aplicação web é tudo aquilo que pode ser processado em um servidor. Ela permite que o usuário interaja com o sistema e tenha acesso a resultados. É atuar com os protocolos que todos já conhecem ou pelo menos têm uma ideia das suas funções, como é o caso do HTTP, FTP, POP e IMAP.


A área de Humanas também possui profissões que se encaixam no processo de transformação digital de uma empresa. É o caso de trabalhadores de Recursos Humanos. Neste momento, o RH assume outro papel, sendo necessário para engajar as pessoas e não apenas um desenvolvedor de serviços estratégicos. Este, aliás, foi o tema levantado por Tracy Maylett, durante a HSM, conferência do setor em março de 2019. Ao funcionar como agente transformador para as empresas, ele vai oferecer recursos para que as pessoas possam explorar todo o seu potencial dentro do local de trabalho e conhecer melhor os valores e os propósitos de cada um para gerar melhores experiências.


Profissionais com grande experiência na área já demonstram que as contratações nas empresas não podem acontecer apenas pelas capacidades técnicas das pessoas, mas pela competência que elas tenham em aprender e realizar transformações. Este foi um dos pontos discutidos durante o evento Cultura Digital Latam, que reuniu grandes executivos de tecnologia e RH.


Segundo Adilson Batista, fundador e diretor de estratégia da Today, “mesmo que as empresas estejam contratando para realizar sua transformação digital, a mudança deve começar pela sua liderança. Assim que CEOs começarem a pensar como transformadores digitais, seus colaboradores serão incentivados a fazer o mesmo e este processo constante de aprendizado e desenvolvimento acontecerá ao mesmo tempo para todos”.


As empresas precisam criar ambientes que incentivem a transformação digital e ao mesmo tempo investir para que seus colaboradores façam parte deste momento e ofereçam cursos, palestras e outras maneiras para fomentar este momento.


Venha tomar um café conosco.